terça-feira, 20 de novembro de 2012

#PRONTO FALEI


                   Trabalhar com pessoas não é fácil, vender para as pessoas também não é fácil, conviver com pessoas é mais difícil ainda.
               Fico pensando em varias situações que envolvem duas ou mais pessoas e nas dificuldades que elas apresentam. Vamos la , aos  leitores um aviso , será um texto leve e de fácil leitura e principalmente curto , sei que o assunto e polemico e complexo mas não cabe escrever tratados imensos no blog .
                Quando você entra numa loja e as vendedoras estão ocupadas com clientes, consequentemente você aguarda sua vez enquanto isso vai olhando e vitrine. Certo? Nem sempre porque se você e a cliente que esta sendo atendida e chega alguém que é impaciente ela tranquilamente vai interromper seu atendimento para fazer seus pedidos e se a vendedora não pedir que ela aguarde, ela certamente vai furar sua vez. Por outro lado, se a loja estiver vazia e você entrar e se sentir invisível, não se assuste tenho me sentido assim em algumas lojas e porque as vendedoras estão numa discussão sobre a relação amorosa de uma delas e você enquanto cliente fica com vontade de pedir desculpas por estar interrompendo, daí você pensa que vai pedir para chamar o gerente e você descobre que por isso que a reunião de bacana ta rolando solta, nesta loja não tem gerente.
                  Quando se trabalha em equipe numa empresa de muitos funcionários é um prato cheio também. Para um novato sintonizar com a equipe é matar um leão por dia, pois os mais antigos se acham e estão sempre zoando os recém-chegados. Um fator que é divisor de águas e a  FOFOCA  , fulano viu cicrana com beltrano numa conversa mais particular , em 2 segundos fulano manda mensagem via celular e ate a dona da empresa que esta numa reunião em outra cidade recebe e fica sabendo , nem preciso falar que as replicas e treplicas pipocam nas telas dos telefones o dia todo. Mas na verdade Cicrana e beltrano estavam conversando porque um dos dois acabava de receber um diagnostico medico daqueles bem terríveis e vão levar um bom tempo para desfazer o mal entendido inclusive com seus respectivos companheiros que com certeza serão avisados por um “bom amigo”
                 Nas relações pessoais acontecem muitas, mas muitas situações que complicam a política de boa vizinhança e ultrapassa qualquer limite. A que tenho mais visto por ai no universo feminino, são as que se dizem fieis e inseparáveis ate que uma delas arruma um namorado e a outra com medo de  ficar  só , aponta todos os defeitos do sujeito . Ao primeiro entrave do recém-começado namoro, ela liga para a “amiga “ que diz , eu te falei amiga, ele não serve mesmo pra você “ Daí ela descobre que esta com 2 problemas um com o namorado e o outro que acabou de descobrir que a “amiga” não e tão amiga assim . Outra situação no universo feminino é quando uma conta para outra um fato recém acontecido e a outra imediatamente conta uma historia mais dramática que a sua . Numa comparação que te faz pensar que você esta numa competição e você constata que ela não vai te escutar mesmo.
               Esses exemplos só me fazem pensar numa frase que eu adoro: Não sabe brincar , não desce pro play ! Poxa vida, se você se propõe a trabalhar com o publico, porque e dali que vem seus sustento , pare com as conversinhas e trate melhor seus clientes; Se quer conversar fiado , entra em curso de conversação de algum idioma . No caso da Cicrana e o Beltrano na empresa , ao invés de sair fofocando , vai lá e pergunta antes de projetar suas fantasias nos outros. Se você se propõe a ser amiga de alguém vai inteira e exercita o amor incondicional se solidarizando sinceramente nas horas difíceis ,sendo uma boa ouvinte e celebrando honestamente (sem invejas) nas horas boas para ela (não para você) , ao invés de manipular a seu favor porque essa historia de “inveja branca” é conto da carochinha. Comprometimento e coerência são as palavras aqui , quando se propor a algum tipo de relacionamento , seja ele qual for , se comprometa , seja coerente ao invés de atravessar o samba.
            Este texto esta diferente das minhas escritas aqui no blog, mas hoje foi um daqueles dias de #PRONTO FALEI . 

2 comentários: